Encontre-nos no G+
Concursos VDA
Vida de Aquarista
Publicidade
Os membros mais ativos do mês
Altair
 

Destaque do mês!


Carregando avatar...



Posts:

Membro desde:


Mensagem para o membro:
Parabéns caro membro por está sempre ativo em nosso fórum, você é a prova de que todo o esforço tem resultado. Obrigado por nos ajudar.
Revista Meus Peixes

Tratamento de Troncos, galhos e Raízes para Aquários

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Artigo Tratamento de Troncos, galhos e Raízes para Aquários

Mensagem por Thiago Marques em 6/9/2013, 10:04

Olá Pessoal!

Mais uma vez venho tentar ajudar um pouquinho o nosso fórum a evoluir e com o único intuito de ajudar os nossos amigos.

Acredito que tudo que é bom agente tem que passar adiante e este tópico é com essa finalidade.

Troncos de árvores são muito usados em aquários por uma questão de decoração, pois fazem parte do ambiente natural de alguns rios e lagos. Os troncos devem ser adquiridos pela beleza que trará a seu aquário, porém devemos usá-los com cuidado. A primeira coisa a fazer é escolher o tronco certo, mas não basta pegar qualquer tronco e querer usar no aquário, grande parte das madeiras apodrecem rapidamente em contato com a água, o que polui e traz vários problemas.

Devemos tomar muito cuidado com troncos que achamos por aí, pois podem conter animais em seu interior, e quando mortos esses animais podem poluir a água do aquário. Os troncos devem ser tratados previamente para evitar dois problemas: que flutuem e que libertem taninos e clorofila na água do aquário. Portanto não devem ser verdes nem conterem fungos ou sinais de putrefação.

O momento ideal para se colocar um tronco de madeira tratado no aquário é no momento de sua montagem, pois a madeira tende a mudar o pH deixando a água ácida, além de amarelar a cor, ficando parecida com uma água de chá. De preferência para troncos que já estiverem dentro da água, nas partes de correnteza, pois vai poupar você do período de encharque (o tronco deve ser encharcado para afundar) e retirada do chá (troncos deixam a água do aquário amarelada, parecido com água de chá), procure algo que caiba em seu aquário que não precise ser cortado, pois vai ficar mais natural. Podemos equilibrar o pH utilizando pedras alcalinizantes e a cor da água uma boa filtragem fará a mesma voltar a sua cor normal e cristalina.

Logo que elaboramos um layout para nossos aquários, temos a possibilidade de escolher os mais diversos artigos decorativos, os quais nem sempre estão totalmente prontos. É o caso dos troncos, que tendem a causar alteração na cor da água pela tinta marrom ou água cor de chá, causada pela liberação de ácidos húmicos ou taninos, que também são responsáveis pela cor de alguns rios amazônicos. Essa tinta liberada pelo tronco não é tóxica para os peixes, o problema é que ela deixa a água do aquário amarelada, o que impede a entrada total de luz e deixa o aquário com aspecto de sujo, mas muitos aquaristas usam este tipo de técnica em aquários amazônicos, pois representa o verdadeiro ambiente dos peixes desse biótopo.

Nos aquários ornamentais, um dos objetos decorativos mais belos é sem dúvida o tronco de madeira. O tronco acrescenta um toque natural ao aquário, além de combinar muito bem com as plantas e as pedras, formando um conjunto belíssimo e harmonioso. O aquarista, tanto pode adquirir o tronco nas lojas especializadas em aquarismo, como pode se aventurar em procurá-los nos rios, riachos e pequenos pântanos, mas deve ter os devidos cuidados antes de usá-los, e de preferência conhecer um pouco de madeira, pois existe uma infinidade de tipos de madeira. As mais apropriadas são as que não venham a acidificar em demasia a água e tampouco se decomponham facilmente quando submersas na água.

A madeira mais indicada é a aroeira, pois apresenta grande resistência à água. São muitas as plantas no Brasil conhecidas com o nome de aroeira. Pelos nomes populares que carregam, deixam transparecer que se trata de espécies espalhadas pelo país afora. São, assim, a aroeira-da-praia, a aroeira-de-bugre, a aroeira-do-sertão, a aroeira-do-mato, a aroeira-de-capoeira, a aroeira-do-campo, a aroeira-de-goiás, a aroeira-do-amazonas, a aroeira-do-rio-grande, a aroeira-rasteira, a aroeira-mansa , a aroeira-brava, a aroeira-preta, a aroeira-branca e, por fim, a aroeira-vermelha.


Tratamento de tronco de madeira. ([Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.])

-> Tratamento com cloro ativado.

1. O tronco deve ser submerso em recipiente com volume suficiente para cobri-lo totalmente, adicionando durante 7 dias 1 ml de cloro ativo para cada 10 litros d’água;

2. Troque á água e deixe o tronco descansar por mais sete dias, para que o cloro excesso seja totalmente removido;

3. Caso seja possível, adicione água quente sobre o tronco, para eliminar agentes resistentes ao cloro.

Tempo requerido de tratamento: 18 dias.

-> Tratamento com sal grosso.

1. O tronco deve ser submerso em recipiente com volume suficiente para cobri-lo, adicionando 4 colheres de chá para cada litro de água;

2. Completar a água do recipiente para manter o tronco sempre submerso.

Tempo requerido para deixar de tingir a água: 25 dias.

-> Tratamento com imersão em água da rede de distribuição.

1. O tronco deve ser submerso em recipiente com volume suficiente para cobri-lo, com água da rede distribuidora (torneira);

2. Trocar a água a cada três ou quatro dias.

Tempo requerido para deixar de tingir a água: 35 dias.

-> Tratamento com imersão em água quente.

1. O tronco deve ser submerso em recipiente com volume suficiente para cobri-lo;

2. Despejar água fervente sobre o tronco e deixar descansar;

3. Trocar a água a cada três ou quatro dias.

Tempo requerido para deixar de tingir a água: 28 dias.

-> Tratamento com cloro, sal grosso e imersão em água quente

1. O tronco deve ser submerso em recipiente com volume suficiente para cobri-lo, adicionando 1 litro de cloro para cada 2 litros de água, deixando-o em repouso durante 24 horas;

2. Colocar o tronco em outro recipiente para que a água possa ser aquecida ao ponto de ebulição (100°C) durante 15 minutos e deixe descansar por 24 horas;

3. No terceiro dia adicionar 200 g de sal grosso à água a ser fervida, conforme o item 2;

4. Troque a água diariamente e repita o item 2 até a água se apresentar limpa.

Tempo requerido para deixar de tingir a água: 7 dias.


OBS: A AROEIRA é uma árvore em extinção, por isso, de maneira alguma derrube esta árvore para retirada do tronco, você deve coletar troncos mortos encontrados pelo chão, nunca corte árvores para a sua retirada.

FONTE: AquaPeixes Fórum

Amigos o tópico para dúvidas, sugestões e adendos é esse: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


A Moderação Aconselham que


 
Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Seja sempre ativo no fórum.
Faça sua Apresentação [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Poste seu Setup[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Clique em "Obrigado" e agradeça a quem te ajuda...





Thiago Marques
Amigo VDA.
Amigo VDA.

Mensagens Mensagens : 691
Pontos Pontos : 827
Reputação Reputação : 58
Data de inscrição Data de inscrição : 03/05/2013
Idade Idade : 31
Localização Localização : Presidente Venceslau-SP
Masculino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MensagensUsuários registradosÉ o novo membro