Encontre-nos no G+
Concursos VDA
Vida de Aquarista
Publicidade
Os membros mais ativos do mês
Altair
 
Uátyla
 

Destaque do mês!


Carregando avatar...



Posts:

Membro desde:


Mensagem para o membro:
Parabéns caro membro por está sempre ativo em nosso fórum, você é a prova de que todo o esforço tem resultado. Obrigado por nos ajudar.
Revista Meus Peixes

Lyretail Killifish (Aphyosemion australe).

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fixa técnica Lyretail Killifish (Aphyosemion australe).

Mensagem por Uátyla em 25/6/2014, 15:03

Um pouco tímidos, mas com o tempo, aproximam-se para receber comida. Excepcionalmente belos, coloridos. Podem ser o "primeiro killie" para quem estiver iniciando com eles. Trata-se de uma espécie de fácil manutenção. É o mais difundido entre os aquaristas no mundo inteiro e um dos poucos que possui um nome popular: cauda de lira.
 
Exploram todo o aquário sem preferência por superfície, meio ou fundo. Gostam de aquários plantados, com rochas e raízes. Necessitam de pouca luz direta. Podem ser mantidos em aquários comunitários.


Nome Popular:Lyretail Killifish
Nome Científico:Aphyosemion australe
Família:Aplocheilidae (Killifishes)
Origem:África: Angola, Gabão, Camarões e Congo.
Sociabilidade:Comunitário ~Recomendado por apenas com peixes pacíficos. 
Comportamento:Pacífico
pH:5,5~7,0
Temperatura:21~32C°
DietaOnívoro ~ Aceita bem todos os tipos de rações e pequenos insetos.
Tamanho do Peixe:6 cm

Reprodução:
O Aphyosemion australe é um peixe ovíparo de fácil reprodução. Melhor se o pH estiver entre 6.2 e 6.8, dureza de 2 a 6 dH e temperatura no intervalo 23-25 ° C. Um macho para cada duas ou três fêmeas.
  
Condicione bem as fêmeas, com alimento vivo preferencialmente, antes de as colocar para reproduzir. Há quem prefira manter as fêmeas separadas, por duas ou três semanas, em condicionamento, somente então as colocando com o macho. Dessa forma, a desova é concentrada e os filhotes terão um desenvolvimento mais homogêneo, facilitando os cuidados. Mas, também é possível manter o casal ou trio reunidos permanentemente, retirando as bruxinhas regularmente, em intervalos de no máximo 10 dias.
 
Não há indicação de que as fêmeas, individualmente, se tornem mais produtivas em casais ou em trios.
 
Os ovos eclodem em 10 a 12 dias e os alevinos atingem a maturidade sexual em aproximadamente 6 meses. Nos primeiros dias se alimentam de infusórios e paramecium; nos demais aceitam microvermes, verme do vinagre, cistos de artêmia sem casca e para um crescimento rápido e saudável é recomendado o uso de náuplios de artemia.


A Moderação Aconselham que


 
Respeite as Regras do Fórum.
Seja sempre ativo no fórum.
Faça sua Apresentação Aqui
Poste seu Setup Aqui
Clique em "Obrigado" e agradeça a quem te ajuda...





avatar
Uátyla
Idealizador
Idealizador

Mensagens Mensagens : 3082
Pontos Pontos : 4889
Reputação Reputação : 185
Data de inscrição Data de inscrição : 24/03/2013
Idade Idade : 26
Localização Localização : São Paulo - SP
Masculino
Alegre


http://www.vidadeaquarista.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MensagensUsuários registradosÉ o novo membro